Segunda, 20 Fevereiro 2017 21:57

20 a 26 de Fevereiro de 2017

Written by
Rate this item
(0 votes)

Aniversariantes

 

20/02 Betânia Pereira  
21/02 Edézio Henriques  
21/02 Mutuca Cantor  
23/02 Dr. Clemar Chaves  
23/02 Joel de Oliveira  
23/02 Maurilo Souza  
23/02 Noeme Manzico
24/02 Cid Chaves Neto
24/02 Natália Chaves
25/02 Luís Eustáquio de Souza Franco
25/02 Heloísa Helena Silva
26/02 Paulo Hoffman

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Charge

 

CHARGE 1

CHARGE 2
CHARGE 3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tirinhas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            

O Nosso Carnaval

 
De fase em fase o nosso carnaval vai sobrevivendo.
 
Vasculhando velhos álbuns de fotografias, deparamo-nos com excelentes provas de animação de tempos idos: blocos e fantasias lindas com o famoso lança-perfume na mão, no carnaval de salão. (Lajão Tênis Clube).
 
Mais tarde no Sayonara Tênis Clube, com enredo nas 4 noites e bandas das cidades vizinhas. Até hoje na memória, os beijos calientes para nós escondidos, mas todos viam.
 
Aí começou o carnaval de rua. Escolas de samba, blocos carnavalescos: Mocidade Conselheirense, Paz e Amor, Beija Flor, Zero Hora, Chuchu Beleza, Panelão, Prá lá e prá cá e outros. Capachildo a quem chamamos de "O autêntico  carnavalesco" à frente da animação recolhendo dinheiro no discutido Livro de Ouro, vendendo abadás, contratando bandinha, fazendo o caldão e na 4ª feira de cinzas, morto de cansaço principalmente pelas pingas ingeridas. 
 
Mas o velho Capa "froxou".
 
Prometeu na rádio que se aposentaria. Acredito pouco. Veremos na hora de repicar o tamborim se o "home" ficará inerte. Quero apostar, quero ver.
 
Fecha a cortina.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caricatura

 

Dra. Gisele

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programa Canta Conselheiro Pena

 

 

           

Clébio viajando, Enilda dodói, CL Dalton em Valadares, sobrou então para o 1º suplente Clésio, o Buguinho, que prontamente atendeu ao chamado para comandar o programa. A responsabilidade do Lions com os ouvintes é grande por isso a nossa equipe é qualificada.

Espertamente, Clésio convocou o grande cantor Olair Antônio, que levando seu teclado, ao vivo, provou a que veio. Parabéns Olair! O frequente Russo caronou mandando as melhores de Amado Batista. O programa foi bom. Ronaldo Moreira atuou na sonoplastia.

 

 

 

Patrocinadores:

Mander's

Dinagas 3261-1515

3261-2213

3261-2213

 

A gravação do programa está à sua disposição no link abaixo.

 

CLIQUE AQUI 

 

 

Olair Antônio e o seu teclado mágico.

Clésio comandando o programa Canta Conselheiro Pena.

Clésio, Olair e Russo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Vai ser uma festa a partir do dia 24 de Fevereiro: Carnaval, Febre Amarela, Chikungunya, Zica, Dengue e falta de grana.

- Encontrei-me em Guarapari com o nosso querido Waisman. Está recuperando-se de uma anemia profunda, andando com dificuldade, mas lúcido e feliz. Retornará a Cepena no começo de março.

- O  "Debut" da Tefinha, filha de Cynthia e Renato Russo acontecerá em outubro mas os preparativos já estão adiantados.

- Vi em Vila Velha o Roberto França, tio do Luiz Paulo que em outros tempos jogou no Palmeiras daqui e no Lajão do Mário Garrote. João Bananinha o trouxe para o Rio Branco, depois jogou em outros times amadores da grande Vitória. Com o futebol e o banco foi parar no Mato Grosso. Ficou bem de vida. Hoje mora em Vila Velha na praia. Que beleza!

- Eduardo Santos, o Chico Fraga, igual Andorinha. Já desembarcou em Vitória para o seu verão. As gatinhas e as cervejas o aplaudem.

- Difícil perder um ente querido, especialmente quando é a mãe da gente. Bate a tristeza e arrependimento! Ostinho ainda inconsolável, nada o agrada. Emagrecendo. Força rapaz! Muita força!

- Ordens superiores dão conta de que os bares da cidade, a meia-noite recolhem tudo pra dentro. Só vale funcionar internamente e sem barulho. Será que a ordem valerá também pro carnaval?

- Cruz credo! No face rolando beijos entre homens. Com tanta mulher sobrando não entendo!

- Coincidência bancária: Fábio de Melo (CEF) foi transferido, vindo para o seu lugar Rizzeth de Belo Oriente. Victor Banco do Brasil foi para Porto Seguro BA, vindo para seu lugar Edson Guto de Belo Oriente.

- Russo, o pedreiro, vivendo momentos de artista no casamento da Meire. Dançou muito em par constante com Lili, Katiane, Enilda, Amarana e outras. Foi o Rei Russo. Isto é que dá tornar-se famoso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto da Semana

 

Aninha USA. Até na neve ela brilha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ByBuguinho

 

 

Enfim, chegou o Samuel do Sargento Fábio e Juliana.

Adim, depois da desgastante campanha, retorna ao seu "habitat" familiar.

Vereadora Tia Nádia, agora ministrando aulas de política aos jovens.

Quanta inocência!!!!

O Secretário Johnson e sua equipe, tampando enorme buraco próxima a Lanchonete Sabor da Praça. Glauber no apoio logístico.

Tonico, Janaina e Henrique, por ocasião da inauguração da agência Sicoob em Tucurui-PA.

O meu amigo Mironga, irmão do Johnson, feinho, mas escolheu bem.

A senhora Lica, assinando ponto no casamento da Meire Dinagás.

Maria Célia em 3 tempos.

Bia Gomes, sempre linda.

O cantor Nícolas em preto e branco (engraçado parece foto de casamento).

 Lulu Rodrigues, muito séria.
 A Vereadora Lu Bichara em Porto Seguro, carregando a bateria para os trabalhos no Legislativo. Já a forma física está despreocupada. A propósito, Danilo já está habilitado. Parabéns!
 Cinthia, " in natura".
 Que vovó lindona.
 Arthuza Ferraz, feliz da vida.
 Canário e Fernandinha no dia dos namorados em NY.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IGREJA MATRIZ DE SÃO JOSE

 

 – (Padroeiro da Cidade) de Conselheiro Pena (MG) –

 

 

Para quem não sabe, a história da Igreja de São José, vem de 1930, quando foi criada, cujo nome era Paróquia do Lajão.

O primeiro padre foi o Pe. Antônio de Brito Cardoso, transferido de Itanhomi (MG).Mas somente em 1932 que ela foi inaugurada e virou PARÓQUIA, através do Bispo de Caratinga. O pároco precursor da construção da Igreja,  foi o Padre Carlos Greiner, que era nascido na Áustria e permaneceu na cidade de 1938 a 1955. Em seguida veio o Padre Cornélio Pancrácio, que dirigiu a paróquia de 1956 a 1958 e foi o responsável pela mudança do modelo da igreja para o que está hoje. Dos padres que passaram pela nossa cidade, a juventude se identificou muito com o padre holandês Geraldo (Gerardus Antonius Hogervorst), que ficou no período de 1959 a 1992. No seu mandato, criou diversos tipos de esporte para gurizada, mas o time da CRUZADA, foi o que foi o embrião do Santos Futebol Clube.

Algumas fotos ilustram esta história. Hoje vocês podem apreciar a beleza que é a construção da nossa Igreja, que tem uma bela e longa história.

 

Nota: Bibliografia. Livro Conselheiro Pena e sua História, de autoria de Sônia e Willian Torres de Oliveira.

 

A nova igreja sempre lotada.
Antiga igreja no centro da praça.

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projeto Zé Magrelo

 

                 

 Recordando: O Projeto "Zé Magrelo" visa homenagear os jogadores de futebol profissional que nasceram em Conselheiro Pena e fizeram história no Brasil e no exterior. Chegou a vez do:
 
 

Antônio Muniz

                              
Pelos registros, o craque Antônio Muniz, foi o 1º jogador Conselheiro Penense a galgar o estrelato no futebol profissional.

O filho de Dª Levinda, começou nas peladas do campo do SESP. Jogou no antigo Ipiranga, depois Juventus local. Um olheiro que trabalhava na Vale, o viu, gostou e o levou para o Valério Doce de Itabira. Daí para o América Mineiro foi um pulo, pois fora destaque no campeonato mineiro. 

Estatura boa para um zagueiro, boa antecipação nas bolas lançadas na área, nunca engordou, embora fosse bom de garfo. No América jogou por muitos anos. 

Bom de violão, dizem que o Marculino herdou este talento do velho Muniz. Pintor de faixas e letreiros, retornou a Conselheiro casado com uma linda mulher. Nos registros não constam filhos. Foi diretamente responsável pela brilhante história de nosso Santos, pois como técnico ensinou-nos a responsabilidade do atleta, e as "maldades" do futebol. Algumas vezes barrou um ou outro atleta, minutos antes da escalação, sabedor de que na noite anterior deu ou deram "maré" noturna. Disciplinador na essência da palavra.

Faleceu em BH, deixando para a cidade e seus ex-comandados um legado de bons exemplos e amor pela vida.

Os nossos agradecimentos, Velho Muniz!

 

Futebol - Juventus de 1952 - Time que enfrentou o Teófilo Otoni

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aniversário

 

90 anos de Dª Maria

 

 

 

Os filhos Willian, Ivone, Wilson, Wellington, Neroci e Soninha proporcionaram à mãe Maria, momentos de felicidades e alegria na comemoração do seu nonagésimo aniversário.

O Uirapuru Clube estava lá, decorado e aconchegante  para os convidados composto de parentes e vizinhos.

É praxe no colunismo listar os expoentes da festa, sem contudo desmerecer os demais, tipo "a César o que é de César". A Juíza de Direito Angélica com o marido Paulo e a mãe dona Cecy. A Vice-prefeita de Alvarenga Maria Salomé, Lucinha (Marco Túlio) de Vitória, a socialite Mara Fonseca, a toda poderosa do SAAE Nelma e Carlinhos. A senhora Luana Amaral, linda, com moderna maquiagem realçando os olhos  verdes ou azuis? A vereadora Rosana.

Presidindo a parte religiosa, Geraldinho Amaral, usando a vocação religiosa, enalteceu o exemplo de Dª Maria que sempre colocou a família em 1º lugar. 

Dª Maria, a aniversariante que quando jovem falava o francês fluente, ousou cantar o hino da França, recebendo robusto aplauso.

Finalizando com jantar, Nicholas no artístico, cumprimentos e bebidas.

 

 

 

Dª Maria e os netos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

100 anos da Tia Maria

 

 

 

Não é o mês de maio mas as Marias estão fazendo festa. Em Muriaé, o centenário de Maria Gonçalves Vasconcelos (Tia Maria), foi o afrodisíaco necessário para reunir as famílias Vasconcelos, Maduro, Rosa, Pousas, Mingas, Santos, Chaves e outros agregados. E, não faltou artista, pois a Zenith representou a família neste quesito. E como!!! Interagiram no ambiente a velhíssima guarda: - Ivani, Onelina e Maria; a velha guarda Delfina, Liamar, Silvani, Gerson e Gonzaga e a novíssima guarda representada pelos lindos netos da Marlene filhos de Maísa. 

 

 

 

Tia Onelina, Tia Maria a aniversariante e Tia Ivani.
Delfina, as tias Ivani, Maria e Onelina, Clesio e Cyntia.

Maria Delfina, as tias, Martinha, Gerson e Elenilza.

Chico Pousas, Tia Maria e Liamar.

Assim se expressou o talentoso sobrinho Gerson numa manifestação carinhosa à Tia Maria, a quem, data vênia, pedimos licença para veicular.

 

Centenário da “DIVINA Maria!

 

Preparação cautelosa. 

O repasse preciso do formato da comemoração.

A organização familiar para distribuir tarefas.

O grupo de ZAP....vai....vem

O dia chega e junto filhos, irmãs, amigos...

E a tensão natural do evento acontece.

Anoitece, a centenária adentra na capela com seus 11 porta-idades ou provas vivas.

O brilho do olhar, a roupa de boneca de Maria ofusca as belas presente.

O evangelho “sal e luz”. 

Foi sal na mistura homogênea da família.

Chove lá fora, a celebrante diz que foi mais uma benção recebida.

E a luz?

Foi necessário acabar as luzes no final da celebração para que a Divina continuasse a brilhar.

Brilhou, ninguém arredou o pé.

A festa transcorreu, fotos, amigos, tudo sob as luzes de emergência.

Assim, destacou o esmero com que tudo foi planejado e executado.

Alimentos quentes e bem preparados.

Bebidas geladas e servidas a todo tempo.

A epopeia para agrupar os irmãos para a foto oficial e depois de horas, conseguiram.

Cantam os parabéns, partem e distribuem o bolo.

A mesa de doces, uma perfeição, foi consumida em minutos.

A estrutura da festa foi mantida, a iluminação retorna, todos se alegram e a festa recomeça com o brilho artificial.

A aniversariante exausta tudo suportou.

Assim foi o Centenário da “divina Maria”     

Por Gerson/filho da tia Onelina

 Os Parabéns à Divina Tia Maria.
 Os onze filhos emoldurando a foto:

Edith, Gilmar, Irene, Marlene, José, "Maria", William, Silvia, Zenith, Gonzaga e Adolfo.

 

A celebração 

 

A aniversariante possui um legado de bons exemplos na família, na comunidade e na igreja. Viveu e vive cheia de amor pra dar. Pelo visto nós a teremos em nosso meio mais uns quinze anos. Ela está muito bem de saúde graças a Deus. 

 A festa não parou por aí. De longe continuamos partilhando os momentos festivos como um almoço no dia seguinte, depois mais bolo e parabéns com as amigas e companheiras de trabalho comunitário, as legionárias.
 Maísa, Marlene, Mailton, Pedro e seus 3 irmãos os lindos netos da Marlene.
 

 

Finalizando anexamos este vídeo que traz a música e os produtos que acompanharam a Tia Maria ao longo de sua vida.

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os 10 Melhores Vídeos da Semana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Read 2349 times Last modified on Segunda, 27 Fevereiro 2017 22:26

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.